Buscar
  • welcomenewyork

Top 06 Dicas de onde ir em Nova York.

ESTÁTUA DA LIBERDADE:


Um símbolo de liberdade política e independência, a Estátua da Liberdade é provavelmente o monumento mais famoso de Nova York. Descubra sua história e como visitá-lo. A Estátua da Liberdade é, sem dúvida, o símbolo mais famoso de Nova York. Seu lema é: a liberdade esclarece o mundo. Este monumento de 46 metros de altura (93 se contarmos a base) está situado na Liberty Island (a ilha da liberdade), e para visitá-lo é necessário pegar o Ferry. O cais está em Battery Park, ao sul de Manhattan. HISTÓRIA   A estátua da Liberdade foi inaugurada em outubro de 1886 e foi um presente dos franceses para comemorar os 100 anos da Declaração da Independência dos Estados Unidos.   Em 1984, foi declarada Patrimônio da Humanidade.Participou da criação do seu design Gustave Eiffel, o criador da Torre Eiffel.  SUBIR NO MIRANTE Em 4 de julho de 2009, coincidindo com o dia da Independência dos Estados Unidos (data muito importante para a Estátua da Liberdade), o mirante da coroa foi reaberto ao público, já que desde os atentados de 11 de setembro era proibido subir.   Para subir ao mirante é necessário comprar os ingressos pela internet com semanas de antecedência, pois do contrário será impossível. Para subir se formam grupos de dez pessoas com um limite de 30 visitantes por hora. UMA DICA Se você quer evitar filas, nosso conselho é chegar ao Battery Park de manhã bem cedo, exatamente quando começam a vender os ingressos. Assim, você poderá evitar filas e terá a possibilidade de ter acesso ao interior da estátua, já que as vagas são limitadas.Se você chegar a partir das 10, se prepare para fazer uma hora de fila para pegar o barco.


#dicasdeblog #WixBlog


WORLD TRADE CENTER:

World Trade Center foi reconstruído depois dos ataques terroristas de 11 de setembro para se transformar em um dos símbolos de Nova York.


Conhecido a nível mundial devido aos terríveis atentados terroristas ocorridos em 2001, o World Trade Center (WTC) era o complexo onde estavam as Torres Gêmeas, símbolo do poder da economia americana desde a sua abertura em 1873.


Em 11 de setembro de 2001, o World Trade Center foi arrasado, levando consigo a vida de quase 3.000 pessoas e deixando mais de 6.000 feridos que ficaram marcados para sempre.


A zona onde ocorreu o ataque se tornou uma imensa cratera cheia de obras com um futuro prometedor e que passou a se chamar "Ground Zero" (Zona Zero).


Embora ainda haja trabalho por fazer, atualmente a região do World Trade está praticamente totalmente reformada e conta com vários edifícios de construção recente.


O QUE VER 


A zona do World Trade Center sofreu diversas mudanças ao longo dos últimos anos e esses são alguns dos pontos mais destacados que vale a pena visitar.


EDIFICIOS DO NOVO WORLD TRADE CENTER


Depois da queda das Torres Gêmeas e a demolição de alguns edifícios próximos, foi necessário reconstruir completamente a zona. Entre os novos blocos de aço, vidro e concreto se destaca especialmente o One World Trade Center, um edifício brilhante e dinâmico inaugurado em 2014 que se tornou um dos principais pontos de referência da cidade.


MIRANTE DO ONE WORLD TRADE CENTER


O edifício principal do novo World Trade Center oferece a possibilidade de contemplar o pulso da cidade do alto dos miradores que tem em seus andares superiores. A vista do edifício é espetacular, mas também é importante o peso histórico e emocional do edifício e seus arredores. Se você está pensando em visitá-lo, é imprescindível comprar o ingresso com antecedência.


MEMORIAL 11-S


Prestando uma homenagem ao passado e tentando transmitir esperança no futuro, o Memorial do 11-S é um oásis de tranquilidade no coração da cidade, onde há 400 flores brancas e surpreendentes cascatas que enchem duas piscinas que representam as ausentes torres gêmeas.


MUSEU 11-S


Inaugurado em maio de 2014, o Museu do 11 de setembro presta homenagem às quase 3.000 vítimas do trágico ataque. O museu conta com fotografias, gravações de voz, alguns dos veículos usados no dia e diversos elementos capazes de transportar os visitantes ao terrível momento dos atentados.


ESTÃO CENTRAL WTC


Criada pelo espanhol Santiago Calatrava, a enorme e chamativa estação central tem uma emblemática cúpula de vidro e metal com a marca característica de Calatrava e conecta diversas linhas de trem, metrô e grandes edifícios do distrito financeiro. A construção de "Oculus" se estendeu por mais de 6 anos e custou 70% mais que o previsto.


CENTRAL PARK:

Passeie pelo Central Park, um dos maiores parques urbanos do mundo e um dos símbolos de Nova York. Descubra todos os seus pontos turísticos. O Central Park é o maior parque urbano de Nova York e um dos maiores do mundo. Mede mais de 4 quilômetros de comprimento e 800 metros de largura.   Nos 340 hectares que o Central Park ocupa podemos encontrar pradarias, lagos artificiais, cascatas e áreas que parecem um autêntico bosque. Dentro do próprio parque também se encontra o Zoo do Central Park e outras atrações. Além de ser o principal pulmão de Manhattan, esse parque é um dos lugares preferidos dos nova-iorquinos para passear, tomar sol ou praticar esporte. Como curiosidade, é surpreendente ver muita gente correndo empurrando o carrinho de bebê.   CAMINHANDO OU DE BICICLETA Embora para conhecer algumas das zonas mais selvagens do Central Park seja necessário se perder caminhando, para poder ter uma visão geral do parque o melhor é alugar uma bicicleta e fazer o circuito que o rodeia. Se decidir alugar uma bicicleta, há várias lojas na região. O preço é bem econômico e se pode pechinchar.


EMPIRE STATE:

Com 102 andares e uma altura de 381 metros, o Empire State Building foi o edifício mais alto do mundo entre 1931 e 1972. O Empire State Building foi o edifício mais alto do mundo entre 1931 até 1972. Depois da queda das Torres Gêmeas em 2001, voltou a ser edifício mais alto de Nova York, mas acabou perdendo o posto em 2014 para o One World Trade Center, conhecido como a Torre da Liberdade. Atualmente, é o terceiro mais alto da cidade. O Empire State tem 102 andares e uma altura de 381 metros (443 metros se contarmos sua antena). O edifício foi construído em tempo recorde: se passaram apenas 410 dias desde o início da sua construção até sua inauguração. Na construção, em plena crise de 29, trabalharam mais de 3000 obreiros que tornaram possível a construção de 4 andares e meio por semana. SUBIR NO MIRANTE DO EMPIRE STATE No Empire State existem dois mirantes, um no andar 86 (a 320 metros de altura) e outro no 102. Subir no primeiro custa US$32 (146,7R$) por pessoa e para continuar até o segundo há um suplemento de US$20 (91,7R$). A cada ano quase 4 milhões de turistas visitam o edifício e, desde que foi construído, já foi visitado por mais de 100 milhões de pessoas. Isso faz com que as filas para subir no mirante sejam infinitas à algumas horas do dia, e nem sequer a inauguração do One World Trade Center fez com que elas diminuíssem. EVITE AS FILAS A melhor forma de evitar as filas é comprar o ingresso de maneira antecipada. Você pode comprá-lo online e levá-lo no celular ou impresso. Os ingressos são válidos qualquer dia e hora, pelo que você não perde nada comprando com antecedência. Se você quer comprar o ingresso no momento e evitar as filas, o melhor é ser pontual quando abrem pela manhã. O horário de visitas começa às 8:00 da manhã e o último elevador que sobe à noite é à 1:15. NY SKYRIDE O NYSkyride é um “simulador de voo” que percorre Nova York com vista aérea. Está no interior do Empire State. Embora sua publicidade o divulgue como uma atração imprescindível, a verdade é que não vale a pena por ser muito caro, com um preço de US$36 (165R$). Não recomendamos perder esse tempo nem que você tenha entrada gratuita com o New York Pass.


QUINTA AVENIDA:

A rua mais famosa e uma das principais artérias de Nova York é a Quinta Avenida (em inglês, Fifth Avenue), que conecta o norte e o sul de Manhattan.


Se tem uma rua famosa em Nova York é a Quinta Avenida, também chamada de Avenida dos Milionários. Como todas as avenidas da cidade, essa também cruza Nova York de norte a sul.


A Quinta Avenida é uma das ruas comerciais mais importantes de Nova York e os negócios que funcionam nela têm aluguéis com preços muito altos. Poderíamos comparar essa rua com os Campos Elíseos de Paris ou o Ginza em Tóquio.


LOJAS


A zona comercial mais importante da Quinta Avenida e onde podem ser encontradas as principais lojas é a parte mais próxima ao Central Park. Nessa região você encontrará lojas como Armani ou Cartier.


A loja mais famosa, ao lado do Central Park, é a Apple, conhecida não só pelo seu design, mas também por oferecer computadores com conexão gratuita à internet, algo que os turistas adoram. Ao lado da Apple estava a famosa loja de brinquedos Fao Schwarz, que fechou em julho de 2015.


Outra zona importante é a que vai desde Washington Square até o Flatiron Building (o primeiro arranha-céu de Nova York).


A parte central da Quinta Avenida (desde o Flatiron Building até St. Patrick) é bastante decepcionante e desconcertante: lojas de souvernirs e “butiques” com camisetas de lembrancinha com preços mais baixos.


OUTROS LOCAIS


Na Quinta Avenida, além das lojas, você encontrará algumas atrações da cidade, como a Catedral de St. Patrick, o Empire State Building ou a Biblioteca Pública.


A parte que beira o Central Park se caracteriza por concentrar um grande número de museus, como o Metropolitan, a Coleção Frick e o Museu da Cidade.


TIMES SQUARE:

A praça da Times Square é o coração de Nova York e com os anos se transformou em um símbolo dessa cidade cosmopolita. Com milhares de luzes e enormes painéis publicitários, a Times Square se tornou a imagem mais conhecida de Nova York. O centro nevrálgico da região é a praça, no cruzamento da Broadway com a 7ª avenida. Na Times Square podemos encontrar bares, restaurantes, teatros, museus e um ambiente muito animado. HISTÓRIA Tal e como a conhecemos, a Times Square tem uma história relativamente recente já que, até finais dos anos 90, a região era sinônimo de crime e drogas. Durante o mandato do prefeito Rudolph Giuliani no final do século, a Times Square se reciclou. NOSSA REGIÃO PREFERIDA DE NEW YORK A Times Square é a zona mais viva de Manhattan e nosso lugar preferido tanto para nos hospedarmos como para jantar ou tomar um drinque. Busque o que buscar, na Times Square você vai encontrar. Se temos que mencionar um problema, na Times Square se reúne tanta gente que pode resultar incômodo para algumas pessoas, mas, se pensamos bem, esse é o próprio encanto do lugar.

25 visualizações0 comentário